Arquivo da categoria ‘Sagrada Escritura’

Exaltação da Santa Cruz

Publicado: 14 de setembro de 2010 em Formação, Sagrada Escritura
Tags:,
Se não houvesse a cruz, a morte não teria sido vencida e não teria sido derrotado o inferno

A Festa da Exaltação da Santa Cruz, que celebramos hoje, 14 de setembro, é a Festa da Exaltação do Cristo vencedor. Para nós cristãos, a cruz é o maior símbolo de nossa fé, cujos traços nós nos persignamos desde o início do dia, quando levantamos, até o fim da noite ao deitarmos. Quando somos apresentados à comunidade cristã, na cerimônia batismal, o primeiro sinal de acolhida é o sinal da cruz traçado em nossa fronte pelo padre, pais e padrinhos, sinalando-nos para sempre com Cristo.

A Cruz recorda o Cristo crucificado, o seu sacrifício, o seu martírio que nos trouxe a salvação. Assim sendo, a Igreja há muito tempo passou a celebrar, exaltar e venerar a Cruz, inclusive como símbolo da árvore da vida que se contrapõe à árvore do pecado no paraíso, quando a serpente do paraíso trouxe a morte, a infelicidade a este mundo, incitando os pais a provarem o fruto da árvore proibida. (Gn 3,17-19)

No deserto, a serpente também provocou a morte dos filhos de Israel, que reclamavam contra Deus e contra Moisés (Nm 21,4-6). Arrependendo-se do seu pecado, o povo pediu a Moisés que intercedesse junto ao Senhor para livrá-los das serpentes. Assim, o Senhor, com sua bondade infinita, ordenou a Moisés que erguesse no centro do acampamento um poste de madeira com uma serpente de bronze pendurada no alto, dizendo que todo aquele que dirigisse seu olhar para a serpente de bronze se curaria. (Nm 21,8-9)

Esses símbolos do passado, muito conhecidos pelo povo (serpente, árvore, pecado, morte), nos dizem que na Festa da Exaltação da Santa Cruz, no lugar da serpente de bronze pendurado no alto de um poste de madeira, encontramos o próprio Jesus levantado no lenho da Cruz. Se o pecado e a morte tiveram sua entrada neste mundo através do demônio (serpente do paraíso) e do deserto, a bênção, a salvação e a vida eterna vêm do Cristo levantado no alto da Cruz, de onde Ele atrai para si os olhares de toda a humanidade. Assim, a Igreja canta na Liturgia Eucarística de Festa: “Santa Cruz adorável, de onde a vida brotou, nós, por Ti redimidos, te cantamos louvor!” A Cruz não é uma divindade, um ídolo feito de madeira, barro ou bronze, mas sim, santa e sagrada, onde pendeu o Salvador do mundo. Traçando o sinal da cruz em nossa fronte, a todo o momento nós louvamos e bendizemos a Santíssima Trindade: Pai, Filho e Espírito Santo, agradecendo o tão grande bem e amor que, pela CRUZ, o Senhor continua a derramar sobre nós

Anúncios

A Biblia e o Celular

Publicado: 25 de agosto de 2010 em Formação, Sagrada Escritura
Tags:

Já imaginou o que aconteceria se tratássemos nossa Bíblia do jeito que tratamos nosso celular?

E se sempre carregássemos nossa Bíblia no bolso ou na bolsa?
E se déssemos uma olhada nela várias vezes ao dia?
E se voltássemos para apanhá-la quando a esquecêssemos em casa ou no escritório?
E se a usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?
E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?
E se com ela presenteássemos as crianças?
E se a usássemos quando viajamos?
E se lançássemos mão dela em caso de emergência?

Ao contrário do celular, a Bíblia não fica sem sinal. Ela “pega” em qualquer lugar.
Não é preciso se preocupar com a falta de crédito porque Jesus já pagou a conta os créditos não têm fim. E o melhor de tudo: não cai a ligação e a carga da bateria é para toda a vida.
Nela encontramos alguns telefones de emergência.
Quando você estiver triste, ligue João, 14.
Quando pessoas falam de você, ligue Salmo 27.
Quando você estiver nervoso, ligue Salmo 51.
Quando você estiver preocupado, ligue Mateus 6: 19,34.
Quando você estiver em perigo, ligue Salmo 91.
Quando sentir Deus distante, ligue Salmo 63.
Quando sua fé precisar ser ativada, ligue Hebreus, 11.
Quando você estiver solitário e com medo, ligue 1 Coríntios, 13.
Para saber o segredo da felicidade, ligue Colossenses 3: 12-17.
Quando você se sentir triste e sozinho, ligue Romanos 8: 31,39.
Quando você quiser paz e descanso, ligue Mateus, 11: 25-30.
Quando o mundo parecer maior que Deus, ligue Salmo 90.

Buscai o Senhor enquanto se pode achá-lo. Invocai-o enquanto está perto. (Isaías,55: 6).

Missa do Domingo de Ramos

Publicado: 25 de março de 2010 em Recados, Sagrada Escritura
Tags:, ,

Neste Domingo, é o dia da Missa de Ramos, ela que abre a Semana Santa.

Esta missa relembra a entrada triunfal de Cristo em Jerusalém antes da sua Paixão e Morte na Cruz:

João 12, 12-16Domingo de Ramos

“No dia seguinte, a numerosa multidão que viera a festa, tendo ouvido que Jesus estava a caminho de Jerusalém, tomou ramos de palmeiras e saiu a seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor e que é rei de Israel! E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou – o, segundo esta escrito: Não temas, filha de Sião, eis que o teu rei aí vem, montado em um filho de jumenta. Seus discipulos a principio não compreeenderam isto; quando, porém, Jesus foi glorificado, estão eles lembraram de que estas coisas estavam escritas a respeito dele e tambem de que esso lhe fizeram.”

A Missa na nossa Comunidade começará as 17:30 na Praça do Cimentão (proximo ao colegio Laurita) com a procissão dos ramos ate a Igreja leve o seu ramo e Glorifique o nome do Senhor assim como fizeram o povo de Jerusalém naquele dia.

E não se esquece, depois da Missa tem Encontro do Grupo de Jovens Filhos do Céu.

Venha e Alegre – se no Senhor.

Palavras que Salvam

Publicado: 3 de março de 2010 em Formação, Sagrada Escritura
Tags:,

Parem um pouco aquilo que estão fazendo e reflita um pouco talvez pode mudar sua vida!

“Quem honra sua Mãe é semelhante aquele que acumula um tesouro. Quem honra seus Pai achará alegria em seus filhos, será ouvido no dia da oração. Quem honra seu Pai gozará de vida longa; quem lhe obedece dará consolo a sua Mãe. Quem teme ao Senhor honra Pai e Mãe. Servirá aqueles que lhe deram a vida como a seus senhores. Honra teu Pai por teus atos, tuas palavras, tua paciência, a fim de que ele de sua benção, e que esta permaneça em ti ate o teu ultimo dia.”

Eclesiastico 3, 5 – 10